Sorgo: como produzir mais rápido e com alta produtividade

Jotabasso investe em genética para desenvolver híbridos adaptados às regiões de MT e MS

O período da segunda safra, momento quando o sorgo geralmente é cultivado, representa uma parcela extremamente significativa para a rentabilidade das lavouras. Portanto, é de fundamental importância planejar e escolher com cuidado as melhores variedades para obter a maior a produtividade possível na área semeada.

Para levar ao produtor uma nova opção de cultivo na safra de inverno, com menor custo de produção e melhor aproveitamento hídrico, a Sementes Jotabasso vem investindo fortemente em experimentos e em desenvolvimento genético de sementes de sorgo.

Pesquisa

Os híbridos da Jotabasso são provenientes de um extenso e rigoroso processo de pesquisa, que seleciona os melhores materiais em genética e adaptação por ambiente para alta produtividade de grãos. A cultura do sorgo já vem sendo plantada há algum tempo no Mato Grosso, mas a demanda pelo grão, e principalmente o lançamento de sementes com alto potencial produtivo, têm impulsionando o interesse dos produtores. Vale lembrar que o custo de produção do sorgo é inferior ao do milho, além de exigir menos quantidade de água e seu valor de mercado pode alcançar 80% o valor do milho.

“Trabalhamos para desenvolver um produto com altíssimo potencial produtivo combinado com excelente qualidade de grão, ampla adaptabilidade e estabilidade para garantir maior produtividade”, destaca o engenheiro agrônomo Fernando Vitor Rocha, da equipe técnica da Jotabasso.

Outra vantagem obtida pelo melhoramento genético é a precocidade alcançada: as plantas possuem ciclo de produção de 115 dias, em média, de sete a dez dias a menos comparados a outros materiais disponíveis no mercado.

Resultados

De acordo com Fernando, nesta safra de inverno estão sendo conduzidos ensaios para avaliar híbridos de sorgo, que estão em fase de pré-lançamento comercial. Sobre os híbridos já em teste, Fernando destaca a JB 1330, que já é cultivada no estado de Mato Grosso e teve excelente adaptação em Mato Grosso do Sul.

Os produtos estão no seu segundo ano de cultivo em áreas comercias com excelente potencial produtivo e ótima relação custo-benefício ao produtor. “Juntamente com esse trabalho conduzido aqui dentro da Jotabasso, temos áreas em vários municípios do estado de Mato Grosso do Sul, junto a produtores, instituições de pesquisa e universidades”, destaca Fernando.

O objetivo dos testes desenvolvidos pela Jotabasso é avaliar quais híbridos se adaptam melhor a região de MT e MS, seu potencial produtivo, sanidade e manejo adequado, além de fornecer suporte técnico através de conhecimento, informações e tecnologias dessa cultura na região e auxílio na comercialização do grão.

“Com o desenvolvimento e bom rendimento do sorgo, o desafio é quebrar paradigmas, pois a maioria dos produtores fazem a sucessão soja/milho tendo resistência e muitas vezes não conhecendo a cultura, seu manejo e benefícios”, acrescenta Fernando.

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DOS PRODUTOS

JB 1324

Versão: Convencional
Ciclo: Precoce
Florescimento: 64 dias
Colheita: 125 dias

JB 1330

Versão: Convencional
Ciclo: Precoce
Florescimento: 64 dias
Colheita: 120 dias